Startup BossaBox completa um ano de sucesso conectando designers, desenvolvedores de elite e clientes de forma 100% digital

BossaBox logo site

São Paulo, 3 de setembro de 2018. A BossaBox é uma plataforma de desenvolvimento e design de softwares fundada há pouco mais de um ano por André Abreu, Eduardo Koller, Giovanni Salvador e João Zanocelo. A ideia, surgida de uma visão dos fundadores a respeito de deficiências do mercado digital, conecta times remotos, multidisciplinares e de alto nível técnico fazendo a interface de gestão com startups e grandes empresas que precisam desenvolver produtos digitais incríveis.

Por meio de sua plataforma, são desenvolvidas desde aplicativos para web, smartphones, tablets e afins, até softwares para gestão interna e outros produtos do gênero. Com processos completamente online, a startup conecta profissionais de alto nível, cria um time de produção e é capaz de entregar projetos em no mínimo três e no máximo seis meses. Tudo isso porque a interação entre designers, programadores e o cliente se dá de forma otimizada, de acordo com as melhores metodologias e práticas ágeis, alinhando os interesses para a composição da equipe melhor qualificada para o trabalho necessário e agilizando a produção.

A integração entre cliente, BossaBox e profissionais para realização do serviço é 100% online. E para que a seleção desse time de elite seja feita de forma compatível com as expectativas do contratante, a equipe de atendimento da BossaBox busca entender exatamente as necessidades e especificidades do produto a ser desenvolvido. Com o recebimento do briefing, é feita uma análise do produto e uma estratégia de roadmap de produto é traçada, junto com uma proposta. Mediante o aceite, os melhores profissionais da plataforma – já são cerca de 1.000 prolancers cadastrados e curados – são convidados a fazer parte do squad que irá realizar o trabalho.

Os prolancers. A BossaBox chama de prolancers os freelancers profissionais – curados, comprometidos e adeptos da mesma metodologia de trabalho – cadastrados e selecionados para fazer parte da sua base de desenvolvedores. “Eles são capacitados a trabalhar com tecnologias variadas, passam por testes de linguagem, habilidades e outros requisitos antes de serem aprovados para fazer parte da nossa comunidade”, explica André Abreu. Para serem aprovados, os interessados precisam conseguir excelência de nível, no mínimo, intermediário.

Para passar pelo processo seletivo, basta que o designer ou o programador se inscreva pelo formulário do site da startup e preencha uma ficha cadastral. Nela irão constar informações bastante detalhadas do perfil desse profissional e é por meio dela que se inicia o processo de curadoria. Uma vez aprovado, o desenvolvedor passa a ter condições de se candidatar – também online – a participar dos projetos solicitados pelos clientes da BossaBox.

Esse fluxograma simples explica bem o processo até a formação da equipe:

Fluxograma

Busca por conhecimento. Para que cada vez mais profissionais capacitados façam parte das criações da startup, a BossaBox tem realizado parcerias com empresas de forma possibilitar a seus desenvolvedores e também aos interessados tomar conhecimento de novas tecnologias, linguagens de programação e tendências do design, por exemplo. Essas parcerias se desenvolvem em forma de cursos online, muitas vezes gratuitos e disponíveis – obviamente – online por meio do YouTube ou alguma outra plataforma específica.

Na visão dos sócios, além de ter o que de mais novo se possa oferecer para o desenvolvimento de produtos digitais, essa também é uma forma de captar empreendedores interessados em otimizar seus projetos e trazê-los para o portfólio de atendimento da empresa. Em um ano de existência, a BossaBox já tem mais de 100 projetos realizados com sucesso para clientes atendidos por todo o Brasil.

A plataforma. O software BossaBox é integrado com as ferramentas mais atuais para a efetiva gestão de projetos, com a menor curva de aprendizado possível para utilização, como, dentre outras: Slack, Trello e GitLab. A empresa – 100% levantada com bootstrap – agora procura um parceiro para financiar os próximos passos da operação:

  • Melhoria da plataforma, seguindo uma nova forma de produção do software, almejando a meta de desenvolver o produto em um prazo de 1 mês;
  • Lançamento de novos produtos complementares ao core business, visando a verticalização de alguns serviços obtidos com ferramentas externas;
  • Aumento da equipe de Marketing & Vendas para obter Tração e gerar “efeitos de rede” na plataforma.