DERSA entrega nova embarcação para a Travessia Santos/Vicente de Carvalho

dersa

Lancha é a segunda maior da frota em capacidade de passageiros e teve custo zero à Empresa e ao Governo do Estado

São Paulo, 21 de setembro de 2018. Os usuários da Travessia Santos/Vicente de Carvalho já contam com uma nova embarcação no sistema. A LS-05 passa a integrar a frota deste serviço, em substituição à lancha LS-01, que sofreu um incêndio em 2016. Cumprindo o determinado em contrato, a reposição da embarcação foi feita pela empresa prestadora de serviços que a operava na data do acidente, sem qualquer ônus à DERSA ou ao Governo do Estado.

A nova lancha, construída no município de Navegantes, em Santa Catarina, é feita totalmente em aço, com capacidade para 450 passageiros, 80 a mais do que a lancha anterior. É equipada com dois motores novos de 350 HP, mais econômicos e menos poluentes, 14 aparelhos de ar condicionado e um novo sistema automático de detecção e contenção de incêndios.

A LS-05 amplia a capacidade operacional da Travessia Santos/Vicente de Carvalho, que a partir de agora passa a contar com cinco lanchas: Itapema I, Canéu, Paicará, LS-03 e LS-05, que juntas somam capacidade operacional de mais de 4 mil passageiros por hora em cada sentido. Em média, 14 mil pessoas utilizam o serviço diariamente.

Travessia Santos/Guarujá. Os usuários da maior travessia de veículos do Brasil em volume transportado, a Santos/Guarujá, também já contam com reforços de duas embarcações na operação. Uma delas é a FB-19, com capacidade para 50 veículos, e que passou por minuciosos reparos, depois de ser severamente avariada por um navio cargueiro em maio deste. O outro retorno é da balsa FB-05, com capacidade para 28 veículos, e que estava em processo de reforma e modernização, com investimento de R$ 1,4 milhão do Governo do Estado.

Os reparos executados na FB-19 foram custeados pelo armador do navio responsável pelo acidente, assim como na FB-28, a outra embarcação atingida na ocasião e que deverá retornar na primeira quinzena de outubro, quando a Travessia Santos/Guarujá voltará a ter nove balsas.